As experiências dos Grupos com Portadores e Familiares

Arquivo para fevereiro, 2012

Exercícios

Oi, pessoal.

Aqui vai mais uma dica que é muito fácil, barata e prática para os portadores de Esclerose Múltipla: meditar. Que significa isso? Manter-se em silêncio, tranquilidade e concentrado por algum tempo do seu dia. Meditar por 20 minutos diários já faz uma grande diferença . Essa é uma dica que eu já sabia ser de grande valia para o cérebro, para o corpo em geral, bem como para o estado emocional diário das pessoas. Ela foi reforçada pelo site que citei no post anterior www.lumosity.com. Esse site traz exercícios para melhorar o desempenho cognitivo e a neuroplasticidade do cérebro.

O site diz:

“Meditate: Periodically calming and focusing the mind has been shown to improve processing speed, attention, and response times.”

“Medite: Tem sido comprovado que acalmar e focar perodicamente a mente melhora a velocidade do processamento, a atenção e o tempo de resposta.”

E sobre a neuroplasticidade, o site diz:

“Neuroplasticity refers to the physical changes that take place in your brain as you experience and adapt to the world around you.”

“A neuroplasticidade se refere às mudanças físicas que tomam lugar no cérebro ao experimentar e se adaptar ao mundo ao seu redor.”

Portanto, não tenham restrições quanto aos desafios físicos e cognitivos. Façam-nos muito bem vindos. Leia muito, faça cálculos sem calculadora, relembre palavras, visualise desenhos e depois tente reproduzi-los, aprenda outra língua.

Tudo isso pode trazer grande benefício aos portadores de EM, bem como aos que não são diagnosticados. E não esqueça de acalmar a mente nos momentos oportunos.

Abraços a todos!!

Combatendo os sintomas da EM

Oi, pessoal!

Gente, no twitter tenho seguido algumas pessoas de outros países e que falam sobre a EM. Tem sido interessante ler o que eles postam. Minha impressão é de que, em Inglês, temos mais informações técnicas e de curiosidades sobre a EM. Em Português, falando também da minha impressão, é que o material sobre a doença é mais reprodução ou então relatos pessoais da convivência com o diagnóstico. Pode ser, e tomara, que eu esteja errada a esse respeito.

Mas enfim, entrei para contar sobre um post que li de um blog americano (http://multiplesclerosis-relief.com), onde a autora fala sobre jogos para melhorar o desempenho do cérebro nos pontos onde a EM mais atinge: memória, atenção, concentração, velocidade e flexibilidade de raciocínio, bem como resolução de problemas. Ela não é profissional da saúde, mas seguiu a orientação de um ao ir em busca desses jogos. Trata-se de um site, também americano, que oferece três dias livres para experimentar os jogos que supostamente trariam uma melhora para essas funções cognitivas.

Se assinar o site, você tem um acompanhamento de 30 dias e eles ainda prometem uma melhora significativa para cada uma das funções. Trazem dicas e informações também. Eu entrei lá e joguei o treino do primeiro dia. Muito interessante, realmente desafiador, bem organizado e rápido. Gostei muito, pena que não tenha uma versão em Português. Mas pra quem está afiado no Inglês, vai até lá e joga seus três dias livres. O site: http://www.lumosity.com.

E o site parece ainda mais quente por ter o apoio de universidades estrangeiras como a famosa Harvard. Assim sendo, eu recomendo muito a todos que tenham um bom nível de Inglês.

Mas, só pra puxar a sardinha pro meu lado, eu fiquei feliz ao ler uma das recomendações do site:

Lumosity Recommends

“Be social: Interacting with others supports cognitive health by exercising diverse areas of the brain.”

TRADUÇÂO: o site recomenda: “Seja social: Interagir com outras pessoas apóia sua saúde cognitiva através do exercício de diversas áreas do cérebro.”

É isso aí! Mais do que confirmado que a interação com pessoas traz melhora ao sistema autoimune e também exercita diversas capacidades da nossa cognição.  Sendo assim, as interações nos grupos de apoio não são meramente paliativas, mas extremamente terapêuticas e travam guerra contra a EM de fato!

Fica a dica a todos que ainda estão pensando em participar dos grupos.

Abraços e ótima semana social a todos!!!

 

 

Ex-paquita Pituxa tem Esclerose Múltipla

É… a natureza não escolhe raça, credo e nem status social. Clique no link abaixo para assistir ao vídeo no qual a moça que trabalhou com Xuxa conta sua história antes e depois do diagnóstico da Esclerose Múltipla. Ela fala de seus sintomas de fadiga, tremores nas mãos e dificuldades para caminhar. Diz ainda não ter nenhum sintoma que a limite de maneira severa. Louise Wischermann foi diagnosticada com esclerose múltipla quando ainda vivia no Canadá, grávida de seu filho. Porém, em busca de tratamento pelo SUS, voltou para o Brasil.

http://www.youtube.com/watch?v=Cw_HMJl2A7M

%d blogueiros gostam disto: